10ª Edição do Shimano Fest – um evento para todas as tribos

Evento de lançamento anuncia novidades para 2019 de um festival cada vez mais inclusivo  

 

Criado em 2010, com um público de 1.600 participantes, que em 2018 multiplicou em 20 vezes essa marca, o Shimano Fest caminha para seu décimo ano de realização com a missão de materializar esse evento não só como o maior da América Latina, mas também o mais inclusivo.

Para apresentar esse novo panorama, no dia 16 de abril, no Japan House, em São Paulo, a marca oficializou o lançamento desta edição. Em uma sala cheia, com um público que respira o universo da bike, a equipe Shimano consolida 2019 como um ano de novidades para o festival, mas sem perder o comprometimento presente em todas as outras edições.

“O que muda neste aniversário de uma década é que o evento está mais maduro, consciente e estruturado. Ponto de encontro de público, lojistas, marcas e mídia, com a missão de fomentar o mercado de bike no País, o Shimano Fest não é da Shimano. É de todos nós”, explicou Rogério Tancredi, gerente de Comercial Latam, na ocasião.

Shimano Fest – Um sonho de todo um mercado que se materializa

Ao longo dessa década, o desenvolvimento da cultura da bike no Brasil passou a ser um sonho possível e se materializa anualmente. Em 2019, acontecerá entre os dias 22 e 25 de agosto, mais uma vez no Memorial da América Latina, em São Paulo.

Hoje, o Brasil começa a sentir esse movimento silencioso que vem das ruas, invade as mídias sociais e transforma a cultura rapidamente. Mas, para compreender essa trajetória, é possível traçar uma linha no tempo como retrospectiva. 2009 foi o marco da mobilidade urbana, com o início das ciclofaixas de lazer, responsáveis também pela criação de novos hábitos de convivência de automóveis e bicicletas nas ruas das grandes metrópoles.

Seguindo esse movimento, o embrião foi germinado e a primeira edição do Shimano Fest aconteceu em 2010, na cidade de Santana do Parnaíba. Desde então, novas perspectivas foram repensadas para fortalecer essa semente, como tecnologias aliadas à mobilidade, sistemas de bike compartilhadas (2012), assim como as soluções de infraestrutura, como a inauguração oficial da ciclovia da avenida Paulista (2015).

Em 2016, os Jogos Olímpicos deram visibilidade a talentosos ciclistas das modalidades BMX, Mountain Bike, ciclismo de estrada e de pista. Na sequência, o ano de 2017 foi excelente para marcas nacionais que, por qualidade e mérito, retomaram a parcela de mercado justa e necessária.

Em 2018, pela primeira vez, tivemos um campeão nacional, Henrique Avancini, que venceu a Copa do Mundo de MTB Maratona. Seguindo os bons ventos, o Festival da Shimano do mesmo ano atingiu números históricos, que superaram as expectativas:

– 32.500 visitantes;

– 7 arenas com mais de 70 atrações acontecendo ao mesmo tempo;

– 6.500 lojas presentes;

– 190 marcas do segmento;

– R$ 13 milhões em negócios;

– 52 veículos da imprensa presentes;

– R$ 7 milhões em retorno de mídia;

– Mais de 5 toneladas de alimentos arrecadados e doados.

Novidades para 2019

A edição de aniversário dos 10 anos do maior Festival de Bicicleta da América Latina será de 22 a 25 de agosto, no Memorial da América Latina, sendo os dois primeiros dias fechados para lojistas, e os outros dois, no fim de semana, destinado ao público.

Gratuito, como nas edições anteriores, com a única solicitação da contribuição de um quilo de alimento não perecível na entrada, o Shimano Fest enfatiza mais ainda o peso e a importância do segmento e indústria da bicicleta na economia das cidades e do País.

Prova disso é que em 2019 o Memorial será todo do mundo das magrelas. Se em 2018 foram mais de mil bicicletas entrando logo pela manhã do domingo, 2019 promete superação.

Serão novas áreas, com atrações diferentes, roda-gigante, passarela exclusiva para pedestres e o crescimento de mais de 5.000 metros quadrados, sendo 4.800 deles de área coberta (que abrangem o Espaço Mulher e o Kids).

Essas mudanças estruturais alcançam lojistas também. Será criado o Espaço Trend, que comporta lojistas de pequeno porte, com espaços de 4 metros quadrados a R$ 1.500 pela área alugada. Outra novidade é o portal do expositor. Nele conterão todas as informações necessárias para quem deseja informações de credenciamento, comercialização, entre outras, concentradas nessa ferramenta, disponível a partir de 22 de abril.

Todas essas mudanças convergem no mesmo sentido que o Manifesto da SF 2019 deixa claro: o Shimano Fest 10 quer fazer ainda mais barulho e confirmar o evento como o ”Festival que todos querem ir”, pois a democracia da bicicleta não possui bandeiras ou partidos. Ela abraça todos e todas as tribos: iniciantes, ciclistas da mobilidade, entusiastas, atletas profissionais e amadores.

Se você também abraça essa causa, saiba mais e acompanhe a hashtag #MundoSF pelas mídias sociais, nos perfis no Instagram e no Facebook.

Share this post