O Shimano Fest recebeu grande público nos quatro dias

Expositores, lojistas e visitantes aprovam oitava edição do Shimano Fest

Durante os quatro dias de Shimano Fest mais de 25 mil pessoas passaram pelo Jockey Club de São Paulo para conferir o maior festival da bicicleta da América Latina.

Um público bastante heterogêneo esteve presente, já que o evento agrega atrações para fabricantes, distribuidores, lojistas, atletas e amantes da bike em geral.

“Batalhamos para construir um festival que seja agradável para todos que participam. Foram muitos meses de planejamento para chegar a esse resultado, que nos enche de orgulho”, conta Rogério Tancredi, gerente de Marketing da Shimano e um dos responsáveis pelo Shimano Fest.

Para saber como as pessoas enxergaram o evento, bastava pouco tempo de conversa. Danilo Barbosa, da Fio Bike Shop, reforçou a importância do festival para o mercado. “Este é um momento de consolidar a nossa marca. Viemos de Americana (interior de São Paulo) e podemos nos apresentar para ciclistas de todo o Brasil”, detalha.

Entre os atletas, a impressão não é diferente. Kauã Trugilio reforçou o peso do encontro no fomento à indústria da bicicleta. “O Shimano Fest mostra para todos que a bike está ganhando o seu espaço, tanto na questão da mobilidade, quanto no mercado. A bicicleta está gerando muitos empregos e dinheiro para o país e eventos como esse evidenciam isso”.

Test Ride agrada aos visitantes

A pista de test ride construída para o evento também foi aprovada pelos visitantes. No total foram 4,8 mil pessoas pedalando os modelos que estavam à disposição. Os que mais chamaram a atenção foram as e-bikes, grande novidade do Shimano Fest.

Fabio Rosseto pôde testar uma E-Vibe, da Caloi, equipada com o Shimano STePS E6000. O consultor gostou da experiência, assim como do evento, que ele visitou pela primeira vez em 2017. “Evento sensacional! Muito bem organizado. O teste é importante para você entender os ganhos de cada tipo de equipamento, principalmente no caso da e-bike, que eu gostei bastante”, avalia.

Share this post