JB: mais um pedal na Europa para compartilhar no Shimano Fest

Altos roles nos Países Baixos ou ‘Pedalando enquanto você sonha’

 

Costumo dizer que João Batista Carvalho é um cara de sorte. Ele realiza aqueles sonhos que a maioria de nós apenas ‘sonha’. Pronto para mais uma jornada espetacular pelo velho mundo, da maneira mais aprazível possível, de bicicleta, JB nos conta como será esta nova jornada.

SMN: JB, tudo bem? Qual será o percurso dessa nova empreitada JB?

JB: Olá pessoal, tudo bem sim! Bom, esse ano estou chamando o percurso de ‘Altos rolês nos Países Baixos’, pois vou sair da Holanda, começando a viajem em Amsterdam, indo para Rotterdam, depois Antuérpia na Bélgica e de lá, confirmando o nome do passeio, vou viajar por diversos países da região, seguir finalmente para a França, tendo o ápice da viagem no ‘Tour de France 2017’.  Vou acampar nos Alpes, na região da Alta Savoia e assistir as etapas do Galibier e a do Col d’ Izoard. Estarei no meio da festa do ciclismo. Quem já viu estas etapas de montanha do TDF, sabe qual é a sensação, indescritível.

No fundo, é uma viagem solitária que na verdade não é; Sempre encontramos figuras amistosas, divertidas e fazemos novas amizades.

SMN: Sobre o equipamento JB, um quadro First equipado com o novo Grupo Sora: o que você espera dessa combinação?

JB: A bike é uma Road Touring, um quadro First modelo Flash, adequado a esta especificação do grupo. Quadro e garfo em alumínio, estilo bike de estrada, leve. Com essa configuração, Grupo Sora com coroa tripla, tenho uma variedade de marchas muito grande. Essa coroa menor, a ‘vovozinha’ como a gente costuma chamar no Mountain Bike, vai me ajudar bastante na hora em que eu chegar nos Alpes. Serão 4 ou 5 dias de montanhas e essa configuração vai fazer a diferença!

Vou com rodas Shimano, a R501, com pneus mais largos para dar um pouco mais de conforto na rodagem. Falando sobre a roda, na frente são apenas 20 raios, o que dá uma leveza muito bacana para o conjunto (atrás são 24 raios).

SMN: o que mais compõe sua bike?

JB: Sim, ela vai ainda equipada com bagageiro e alforje, iluminação, claro, e pretendo pedalar o mais leve possível, mas levando sempre cerca de 18kg.

SMN: após essa nova empreitada, o público poderá contar com a sua palestra no Shimano Fest em setembro no Jockey, o que eles podem esperar dessa vez?

JB: Sim, farei com certeza uma apresentação no Shimano Fest, para a qual levarei imagens dessa viagem. Vou fazer uma conversa com o público contando como foi, como se preparar para uma viagem dessas e abrindo claro, espaço para que quiser perguntar, tirar dúvidas, etc. A arte de viajar de bicicleta tem que ser compartilhada. Quem faz viagens assim, quer mais é compartilhar a experiência e o Shimano Fest é um lugar ideal para isso. Quem ainda não foi ou não conhece o evento, não pode perder!

SMN: Quando você viaja, quais são as datas de ida e retorno?

JB: vou partir para a Europa dia 19 de junho, chegando dia 20 em Amsterdam, iniciando a pedalada dia 21 ou 22. A previsão de chegada nos Alpes é dia 16 para assistir as etapas do TDF. Tem algumas cidades chaves pelas quais pretendo passar, mas, ‘na real’, vou ao sabor do vento, se possível a favor! Sempre me informando sobre os percursos nos campings, conversando com outros ciclistas. É isso, pedalar para me divertir e depois compartilhar com todos vocês!

Equipamento:

Bicicleta de estrada First (Link: http://www.firstbikes.com.br/)

Grupo Sora de 10 velocidades com pedivela triplo: saiba mais –> (Link: http://bit.ly/2rTel6u)

JB fala sobre ao rolê nos Países Baixos

Avaliando as rodas Shimano R01

JB com os componentes para a viagem

Share this post