Vista aérea do espaço do Shimano Fest 2017

Shimano Fest 2017 encerra oitava edição e se consolida como principal evento do mercado de bikes

Cerca de 25 mil visitantes, mais de 200 marcas expostas, 4.800 test rides realizados e o encontro dos principais nomes do ciclismo nacional. Esses indicadores demonstram o tamanho do Shimano Fest 2017, que aconteceu no Jockey Club em São Paulo entre os dias 14 a 17 de setembro.

O maior festival da bicicleta da América Latina mais uma vez se posicionou como o principal encontro de amantes dessa cultura no Brasil. Mas não só isso: nos dois primeiros dias, o Fest Business atraiu 5,4 mil profissionais do mercado, consolidando-se também no calendário da indústria.

“Alcançamos 80% de crescimento no número de visitantes na feira de negócios, que representam 25% do público total, isso sem contar os lojistas que estiveram presentes no final de semana. Esse montante nos dá a certeza que o Shimano Fest é o momento ideal para conhecer e adquirir o que existe de melhor no mercado da bike”, conta Rogério Tancredi, gerente de Marketing da Shimano Latin America.

Além da troca de conhecimento, a pista de test-ride permitiu que os visitantes fossem além do contato visual, dando a oportunidade de também sentir na pele os ganhos de cada equipamento.

Reginaldo Vieira, mecânico de bicicletas em Bauru, testou diversos modelos e reforçou a importância da iniciativa. “Dei umas 10 voltas no circuito e pude testar quatro marcas diferentes. Senti a diferença que os equipamentos de primeira linha fazem no uso das bikes, é uma grande experiência”.

Autoridades destacam o evento

Sergio Avelleda, secretário de Transportes da cidade de São Paulo, esteve no Shimano Fest e destacou a estrutura. “Logo na entrada você se surpreende pela sua envergadura. Todo o mercado está presente, várias pistas com a possibilidade de test ride. Isso mostra que bicicleta é business, gera empregos”, explicou.

Outro importante nome da luta pela bicicleta no poder público, o vereador paulistano José Police Neto esteve presente em dois dias. Ele falou da discussão que encontros como o Shimano Fest levantam para a sociedade, colocando a bike em evidência.

“O evento movimenta o ecossistema da bicicleta. Quem pedala por lazer, mobilidade, esporte… estão todos no evento. O crescimento do público ajuda nessa luta de mudança da cidade. O momento que a gente vive é muito de reflexão, mas também de sonho da cidade que a gente quer ter”.

Share this post