Superamos todas as expectativas!

 

#BIKENOMEMORIAL

 

O Memorial foi dominado pelas bikes!

 

Reunimos mais de 30 mil pessoas felizes no Memorial da América Latina!

 

A nona edição do Shimano Fest, o maior festival de bike da América, apresentou números superlativos que comprovam o sucesso. O evento reuniu em três dias 30.600 visitantes, 20% a mais do que em 2017, quando 25.500 pessoas foram ao Jockey Club em quatro dias. Este número consolida não só o Festival em si, mas também a escolha de sua nova sede, no Memorial da América Latina, na zona Oeste da capital. Com localização central, o local fica ao lado do Metrô Palmeiras Barra Funda e ao lado de importantes ciclovias da região.

Outros números empolgam quem organiza o evento. O bicicletário reuniu 5.600 bikes no total, 30% a mais do que 2017. O test-ride teve crescimento de 17%, com 5.600 testes realizados por nove marcas e um total de 120 bicicletas utilizadas. Mais de 5 toneladas de alimentos não perecíveis foram doadas pelos visitantes, um aumento de 65% em relação ao ano passado. O único dia destinado aos profissionais do mercado reuniu 5.400 lojistas, praticamente o mesmo número de 2017, quando a feira teve 5.600 lojistas nos dois fechados ao público. Tudo isso justificou a decisão da organização de aumentar o espaço coberto do evento, de 2.500 para 5.000 metros quadrados.

Felicidade por causa da bike!

“Pensávamos em ter 30 mil pessoas nos três dias de evento e se, no sábado foi um dia forte em termos de público, neste domingo foi mais ainda. O tempo ajudou e fez um sol agradável em São Paulo. Tivemos shows, taiko e rock, além de apresentações de bike trial e BMX, entre outras atividades. Mas, mais do que isso, o que nos deixa bem feliz é ver o pessoal na fila para o test-ride. Muitas marcas com suas bicicletas e o sorriso no rosto das pessoas que puderam testar diversos tipos de bikes, como as elétricas equipadas com o Steps da Shimano. Elas fazem uma diferença boa para quem está mais cansado ou tem mais dificuldades com subidas. Isso é algo novo e as pessoas estão redescobrindo o quão gostoso é andar de bicicleta. Nossas parceiras trouxeram suas novidades, com muitos produtos expostos e pudemos ver a casa cheia”, disse Fabio Takayanagi, presidente da Shimano nas Américas Latina e do Norte.

“Sinceramente o evento foi além das nossas expectativas, o que me faz muito feliz. Começamos o Shimano Fest há nove anos com o intuito de ter uma alternativa de lazer e acho que está cumprindo seu papel. O pessoal realmente gostou do nosso festival”, salientou Fabio Takayanagi. “O Memorial da América Latina é um local icônico de São Paulo. Muita gente está redescobrindo este espaço, junto com o nosso evento. Muita cultura e acredito que a decisão de vir para cá tenha sido correta. Metrô do lado e diversas ciclovias próximas do local. O acesso é fácil, temos tudo para ficar aqui por muitos anos”, completou o gestor da Shimano.

Representante do Memorial satisfeita com o evento – Diretora-presidente da Fundação Memorial da América Latina, Priscila Franco, subiu ao palco do espaço de shows ao lado de Fabio Takayanagi e avaliou a novidade no espaço. “Para nós é um desafio, porque a estrutura do Shimano Fest é grande, embora seja uma iniciativa muito positiva. Tudo isso é estimulante para termos coisas diferentes aqui, como um circuito de bike dentro do Memorial. Várias atividades funcionando ao mesmo tempo. Foi perfeito, porque trouxe bastante público que veio ao Shimano Fest e visitou as áreas culturais do nosso espaço”, disse Priscila.

“Realizar um evento que fala de ciclismo, saúde e família sem trazer a bicicleta para dentro, é algo difícil de se pensar. Por isso queremos estender a ciclovia para cá. Já há uma ciclovia passando na avenida em frente ao Memorial mas as bikes não conseguem entrar, uma coisa que é incoerente. A atual gestão está há cinco meses e queremos que o Shimano Fest esteja aqui e permaneça no nosso espaço, que segue aberto para eles. Estamos recebendo sugestões e teremos assessoria de órgãos e entidades para abrir um ponto de apoio ao ciclista no Memorial”, finalizou a diretora-presidente da Fundação.

Passeios ciclísticos levaram ainda mais pessoas ao Shimano Fest!

O campeão mundial Avancini ao vivo no Festival – A Shimano fez uma surpresa ao público do Shimano Fest na tarde deste domingo. Estava programada, na Arena Mobilidade, uma homenagem aos ciclistas brasileiros que estão fazendo a história neste momento do Brasil. E, com justiça, foi feita uma menção especial ao campeão mundial de maratona, Henrique Avancini, com um vídeo mostrando sua carreira. Logo depois, Avancini entrou ao vivo, em áudio, diretamente da Europa, onde conquistou o título neste sábado, e conversou com o público presente à arena. Participaram da homenagem ciclistas da atualidade e do passado como Gideoni Monteiro, Lucas Borba, Marcio Ravelli, Renato Rezende, Rubens Valeriano, Reinaldo Colucci, Edu Ramires e Luciano KDra.

Pedais para o Shimano Fest são sucesso – Durante os dois dias abertos ao público, diversos pedais foram realizados em direção ao Shimano Fest. O principal destaque entre eles foi o 1º Passeio Ciclístico Shimano Fest & Santuu, com 1.500 pessoas partindo do Memorial das Bandeiras, no Parque do Ibirapuera, para o Memorial da América Latina, na manhã deste domingo. Um mar de bicicletas tomou conta das avenidas por onde passaram, como Av. Brasil, Sumaré, até chegar ao local do Festival.

Opinião dos expositores do Shimano Fest 2018:

Blue Cycle Distribuidora: “O Shimano Fest foi sensacional, com um final de semana belíssimo. A sexta-feira, dia do trade, foi surpreendente em número de lojistas que atendemos. Vieram profissionais de várias partes do Brasil, do Amapá, Amazonas, capitais nordestinas e de outros locais mais próximos. Não paramos um minutos de trabalhar, foi uma correria incrível e nossas vendas cresceram consideravelmente em relação ao ano passado, mesmo tendo apenas um dia para o mercado, contra dois dias em 2017”, disse Juliano Xavier, gerente geral da BCD.

Sense: “Atingiu todas nossas expectativas. Veio para o centro da cidade de São Paulo e teve um aumento de público, o que é fundamental para dialogarmos com o consumidor final. O estande ficou sempre cheio e tivemos aumento de 40% de vendas em relação a 2017, o que é muito relevante e nos deixa satisfeito”, afirmou Marlen Ferreira, gerente de marketing da Sense. “Vale mencionar o fomento do esporte a partir do Festival. Não só em termos de mobilidade, com milhares de pessoas vindo em passeios ciclísticos, mas também com o MTB Short Track e os melhores do Brasil competindo, em um dia em que Henrique Avancini sagrou-se campeão mundial. Nossos atletas Sense nos representaram muito bem e a Shimano está de parabéns, por reunir tudo isso aqui dentro”, concluiu Marlen.

Caloi: “O evento foi um sucesso. Tivemos em nosso estande um fluxo de visitantes maior do que no ano passado e também maior do que outros eventos do setor. Os números ainda serão mensurados, mas a expectativa é a melhor possível”, afirmou Cyro Gazolla, presidente da Caloi. “Nossos clientes e consumidores foram surpreendidos pelos produtos que trouxemos, tanto nos grafismos, cores, tecnologia. A oportunidade de ver de perto a bike do campeão mundial Henrique Avancini, a presença de atletas no estande e a sempre carismática participação do Brou Bruto também foram atrações marcantes”, completou Cyro.

Audax: “Estamos muito contentes de estar em mais uma edição do Shimano Fest. Um festival já consolidado. A mudança de local em São Paulo foi muito feliz, porque ficou legal demais para o público, consumidor final. O tempo ajudou nos dois dias do fim de semana e tivemos um número bem grande de visitantes. Famílias, gente vindo de bike. Bacana demais. O Memorial é ótimo, porque favorece a mobilidade urbana. Acesso fácil ao metrô e pelas ciclovias da região”, disse Túlio Bezerra, diretor comercial da Audax.

Soul Cycles: “O Shimano Fest 2018 atingiu nossas expectativas. Conseguimos compartilhar com o mercado e com os participantes do Festival, que é o maior evento de bicicleta no País, os nossos projetos, como o ‘Soul Paint’, com o processo de customização, tendências em relação a a grupos e geometrias. Agradeço a Shimano por se superar anualmente em termos de estrutura e organização e entregar a cada edição um evento melhor”, avaliou João Araldi, da área de marketing da Soul Cycles.

Groove: “A feira foi dentro do que a gente esperava. Tivemos surpresas como abertura de novos clientes e reativação de antigos. E foi uma surpresa também a grande procura que tivemos do público para conhecer a nossa linha. Vieram muitas pessoas satisfeitas com os lançamentos de 2019 e com a maneira como a gente atua no mercado. Em termos de consumidor final, um público cativo já ligado com a bicicleta e que conhece nossa marca. “, destacou Sérgio Gallo, gerente comercial da Groove.

Oggi: “Foi um evento sensacional, com muito movimento e acesso fácil, além de super organizado. A equipe da Oggi/Isapa foi em peso e quase todos representantes estavam na feira, além de vários clientes também. Tivemos exposição de produtos e vendas, com promoções de algumas marcas. Foi muito positivo”, disse Daniel Douek, diretor da Isapa.

Números do Shimano Fest 2018:
– 3 dias
– 30.600 visitantes
– 5.400 lojistas
– 5 mil metros quadrados de área coberta
– 5.600 bikes no bicicletário
– 5.600 test-rides com 120 bikes
– 35 palestras

Share this post